Notícia

África declarada oficialmente livre do poliovírus selvagem, afirma a OMS

África declarada oficialmente livre do poliovírus selvagem, afirma a OMS



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A Organização Mundial da Saúde declarou a África livre do poliovírus selvagem após uma campanha de décadas para eliminar a doença infame em todo o mundo, de acordo com um comunicado de imprensa na terça-feira no site da OMS.

RELACIONADOS: A HISTÓRIA DAS VACINAS E COMO FUNCIONAM

O poliovírus selvagem saiu da África, declara a OMS

“Hoje é um dia histórico para a África”, disse a professora Rose Gana Fomban Leke, parte da comissão que certificou que não houve casos de pólio no maior continente do mundo por quatro anos - o limite crucial para declarar uma doença erradicada.

Isso vem na esteira de vários outros vírus, como a varíola, historicamente erradicados da África, disse a OMS.

Muitos países africanos já passaram anos sem novos casos de poliomielite selvagem (alguns desde 1996), os esforços para eliminar o vírus "impediram até 1,8 milhão de crianças de paralisia vitalícia e salvou aproximadamente 180.000 vidas", disse a agência da ONU, relatórios Science Alert.

Conhecido no meio médico como poliomielite, o vírus agudamente infeccioso e contagioso ataca a medula espinhal humana, causando paralisia irreparável em crianças.

Longa história da campanha para erradicar a pólio selvagem

A doença atormentou o mundo até que uma vacina foi descoberta na década de 1950 - mas infelizmente seu preço estava fora do alcance de muitos países mais pobres da África e da Ásia.

A OMS, UNICEF e Rotary lançaram uma campanha global para eliminar a doença em 1988, quando havia 350.000 casos em todo o mundo. Em 1996, 70.000 casos permaneceram apenas na África.

A luta global para destruir o vírus, juntamente com o apoio financeiro - cerca de US $ 19 bilhões em um período de 30 anos - reduziu a propagação da pólio selvagem, deixando Paquistão e Afeganistão como os únicos dois países a registrar novos casos do vírus este ano: 87 no total.

Jihadistas ameaçam campanha para acabar com a pólio selvagem

Normalmente, a poliomielite selvagem se espalha nas fezes de pessoas infectadas e é dispersada por meio de água e alimentos contaminados, relata o Science Alert. A única maneira de quebrar o ciclo de transmissão é vacinando a população, erradicando o vírus conforme ele ocorre na natureza.

O último caso registrado de poliomielite na África aconteceu em 2016 na Nigéria, onde a vacinação foi combatida com violência por jihadistas que alegaram ser um complô para esterilizar muçulmanos. Mais de 20 trabalhadores designados para a campanha morreram.

"Este é um marco importante para a África. Agora, as futuras gerações de crianças africanas podem viver livres da pólio selvagem", disse o diretor regional da OMS para a África, Matshidiso Moeti.

Pólio selvagem, sarampo erradicado em áreas selecionadas, apesar de COVID-19

“Esta conquista histórica só foi possível graças à liderança e compromisso de governos, comunidades, parceiros globais de erradicação da pólio e filantropos”, disse Moeti. "Presto homenagem especial aos profissionais de saúde e vacinadores da linha de frente, alguns dos quais perderam suas vidas, por esta nobre causa."

Esta declaração foi feita em uma conferência virtual de nível ministerial sobre questões de saúde na África e coincidiu com um anúncio na República Democrática do Congo de que uma epidemia de sarampo de 25 meses - responsável pela morte de mais de 7.000 crianças - também acabou, depois de uma campanha massiva de imunização.

À medida que a crise do coronavírus continua a minar os esforços globais de imunização, é animador saber como algumas das doenças mais antigas que afligem a África, como a poliomielite selvagem, foram finalmente erradicadas.


Assista o vídeo: Eating in Africas Biggest Floating Slum!! Seafood Factories!! (Agosto 2022).